Uso do Di rio Oficial da Uni o na constru o de pesquisa

Uso Do Di Rio Oficial Da Uni O Na Constru O De Pesquisa-Free PDF

  • Date:10 Jan 2021
  • Views:1
  • Downloads:0
  • Pages:13
  • Size:1.05 MB

Share Pdf : Uso Do Di Rio Oficial Da Uni O Na Constru O De Pesquisa

Download and Preview : Uso Do Di Rio Oficial Da Uni O Na Constru O De Pesquisa


Report CopyRight/DMCA Form For : Uso Do Di Rio Oficial Da Uni O Na Constru O De Pesquisa


Transcription:

Uso do Di rio Oficial da Uni o na constru o de pesquisa sobre hist ria da enfermagem. them later we discussed and create a valuable tool that allowed systematizing content It was. concluded that the use of the Union s Official Gazette documents was an interesting alternative. due to the scarcity of other resources It is also considered that the construction of instruments. for the analysis of documentary sources should be shared to encourage the development of. methodological research on the history of nursing, Descriptors History of nursing Documents Historiography. Este art culo es sobre el uso de la Gaceta Oficial como la principal fuente documental de una tesis. de maestr a sobre la primera licitaci n nacional de enfermeras llevado a cabo por el. Departamento Administrativo de la Funci n P blica durante el Estado Novo Su objetivo es. compartir el camino metodol gico atravesado durante el curso de esa investigaci n con otros. investigadores que deseen utilizar tambi n la misma fuente La recolecci n de datos en el sitio. de Jurisprudencia Brasil permiti a la pre selecci n de 110 documentos que ten an la. originalidad atestiguado por comparaci n con la colecci n de los Archivos Nacionales 64 de los. 110 documentos conten an informaciones relevantes extra das despu s de la lectura y. elaboraci n de la ficha desarrollada por los autores presentada y discutida instrumento valioso. que permiti sistematizar el contenido Se concluye que el uso de los documentos del Diario. Oficial de la Uni n fue una alternativa interesante de frente a la escasez de otras fuentes. documentales Tambi n se consider que la construcci n de instrumentos para el an lisis de. fuentes documentales deba ser compartida para favorecer el desarrollo metodol gico de. investigaci n sobre historia de la enfermer a, Descriptores Historia de la enfermer a Documentos Historiograf a. Os estudos em torno da hist ria da enfermagem brasileira t m permitido problematizar o. passado da profiss o analisando o em seus contextos m ltiplos percursos diversos e diferentes. personagens ilustres ou an nimos contribuindo sobremaneira para o reconhecimento das. origens da profiss o e suas ra zes hist rico culturais 1. Desse modo os pesquisadores e entusiastas de estudos hist ricos em enfermagem sabem. que imposs vel realizar esse tipo de pesquisa sem a utiliza o de fontes sejam elas documentais. escritas iconogr ficas ou orais entre outras 2, Pondera se entretanto que necess rio reconhecer o valor das fontes mas n o endeus. las justamente por se comungar de uma nova concep o historiogr fica que preza a amplia o da. no o de fonte hist rica e a valoriza o de uma hist ria estrutural em oposi o hist ria. factual 3 Assim considera se relevante o posicionamento reflexivo em rela o s fontes que. estejam disposi o do pesquisador como proposto por Le Goff. O documento n o in cuo antes de mais nada o resultado de uma montagem. consciente ou inconsciente das sociedades que o produziram mas tamb m das pocas. sucessivas durante as quais continuou a viver talvez esquecido durante as quais. continuou a ser manipulado ainda que pelo sil ncio O documento uma coisa que fica. que dura e o testemunho o ensinamento para evocar a etimologia que ele traz devem. ser em primeiro lugar analisados desmitificando lhe o seu significado aparente O. Hist enferm Rev eletronica Internet 2015 6 2 221 33. Uso do Di rio Oficial da Uni o na constru o de pesquisa sobre hist ria da enfermagem. documento monumento Resulta do esfor o das sociedades hist ricas para impor ao. futuro volunt ria ou involuntariamente determinada imagem de si pr prias No limite. n o existe um documento verdade Todo documento mentira Cabe ao historiador n o. fazer o papel de ing nuo 4 p 538, Al m da import ncia das fontes para a realiza o de pesquisas hist ricas outro fator. pouco mencionado a divulga o dos seus resultados Apesar das dificuldades enfrentadas. relatadas em estudo recente 5 publicado no ano de 2013 que analisou as publica es em hist ria. da enfermagem brasileira entre os anos de 1999 e 2009 este apontou avan os na divulga o e. socializa o dos conhecimentos o que permite afirmar que j h a consolida o da pesquisa em. hist ria da enfermagem no Brasil ainda que a totalidade de artigos analisados n o tenha sido. diretamente relacionados hist ria da enfermagem mas sim s linhas de pesquisa dos. investigadores e valoriza o dos grupos de pesquisa nesta rea. Apesar dos avan os identificados em rela o divulga o dos resultados de pesquisa em. hist ria da enfermagem preciso mencionar que a divulga o e socializa o de m todos ou. percursos metodol gicos utilizados pelos estudiosos na elabora o dessas pesquisas s o. raramente abordados principalmente aqueles oriundos de teses de doutorados e disserta es de. mestrado isto porque geralmente os resultados desses estudos s o publicados em peri dicos. cient ficos e por in meros fatores dentre os quais os formatos padronizados e circunscritos das. revistas os autores se veem obrigados a apresentarem prioritariamente os resultados assim o. m todo utilizado n o menos importante acaba ficando em segundo plano e sintetizado em. poucos par grafos, Acredita se que divulgar o arcabou o metodol gico de um estudo n o um complemento.
mas sim uma das etapas da atividade investigativa haja vista que tal pr tica reproduz o. compartilhamento da express o social do pesquisador que compulsoriamente deve dividir. intera es instrumentaliza es e habilidades em torno do conhecimento produzido 6. Cabe mencionar que durante a realiza o de uma pesquisa de mestrado entre 2013 e. 2015 que teve como objetivo investigar o primeiro concurso p blico nacional para enfermeiros. realizado pelo Departamento Administrativo do Servi o P blico durante o Estado Novo 7 os. autores no intuito de compreender a hist ria do referido concurso e por motivos outros que. ser o abordados a seguir trabalharam com uma fonte documental principal pouco difundida nos. estudos hist ricos em enfermagem ou seja os Di rios Oficiais da Uni o DOU. O DOU criado em 1 de outubro de 1862 atrav s de uma delibera o do Marqu s de. Olinda modificou a pr tica anterior dos atos oficiais do governo brasileiro serem publicados em. diversos ve culos impressos de comunica o at como mat ria paga O DOU entendido como. Hist enferm Rev eletronica Internet 2015 6 2 221 33. Uso do Di rio Oficial da Uni o na constru o de pesquisa sobre hist ria da enfermagem. um instrumento que tem por fun o legitimar os atos dos tr s poderes lembrando se que um dos. princ pios constitucionais que regem a administra o p blica diz respeito publicidade dos atos. p blicos 8, Considerando as conjecturas discutidas at aqui que envolveram a import ncia das fontes. de pesquisa a utiliza o de uma fonte pouco difundida como o DOU e a obriga o do pesquisador. em divulgar os percursos metodol gicos vivenciados em suas pesquisas decidiu se escrever o. presente relato de experi ncia que tem por objetivo partilhar o caminho metodol gico percorrido. durante a realiza o da referida pesquisa com vistas no compartilhamento da experi ncia com. outros pesquisadores que tamb m pretendam usar a mesma fonte. P ercurso Metodol gico,Escolha da fonte, Durante a elabora o da j citada disserta o de mestrado os pesquisadores especularam. sobre diversas possibilidades de fontes existentes para a execu o do referido estudo como. di rios oficiais outros jornais da poca depoimentos de participantes do concurso documentos. de institui es de ensino e de institui es governamentais. Dessa forma a busca foi iniciada a partir da classifica o das fontes em ordem de. prioridade desconsiderando a possibilidade de coletar depoimentos de enfermeiras que. participaram do concurso uma vez que o certame ocorreu entre 1941 e 1942 e se a mais jovem. participante tivesse o limite m nimo de idade necess rio para prestar o concurso 21 anos teria. no ano de 2013 93 anos de idade Ponderou se que a longevidade da popula o em geral tem. aumentado nos ltimos anos mas nem sempre essas pessoas est o dispon veis e aptas a darem. seus depoimentos em tal avan ada idade o que condenou a escolha da fonte oral. Assim pensou se em um primeiro momento em desistir a pesquisa pois de fato. esbarrou se na viabilidade do estudo definida da seguinte forma. O crit rio de viabilidade fundamental n o basta que o tema seja v lido ou interessante. importante que o historiador avalie os recursos humanos materiais e tempo que. possui no sentido de concretizar o trabalho de pesquisa N o poss vel por exemplo. realizar uma ampla pesquisa sobre as comunidades ind genas brasileiras ou a evolu o. social da Aids se n o se possui equipe qualificada de pesquisadores e apoio t cnico com. conhecimentos econ micos e estat sticos A falta de material e equipamentos pode ser. considerada outra limita o na realiza o da pesquisa Finalmente o tempo reduzido tem. sido considerado um dos grandes entraves realiza o das pesquisas cientificas Al m. disso no caso espec fico da pesquisa hist rica a viabilidade se orienta na exist ncia e no. acesso do pesquisador aos documentos de um determinado per odo hist rico 9 p 578. Hist enferm Rev eletronica Internet 2015 6 2 221 33. Uso do Di rio Oficial da Uni o na constru o de pesquisa sobre hist ria da enfermagem. Diante disso tentou se como outro recurso j considerando a possibilidade de. desist ncia pesquisar exemplares do Di rio Oficial da Uni o DOU partindo do questionamento. se os concursos atuais s o divulgados etapa por etapa no DOU porque o concurso de enfermeiros. do DASP realizado em 1941 que representou o pioneirismo na nacionaliza o da meritocracia e. pr tica de concursos p blicos no Brasil haveria de ser diferente Assim decidiu se averiguar essa. possibilidade e obteve se a agrad vel surpresa que potenciou a realiza o do estudo pois se. encontrou nas p ginas do DOU documentos referentes ao certame que o desenhavam com. muita clareza e detalhamento, Dessa forma obtido o xito e conseq entemente definido que o DOU seria a fonte. principal que suplantaria a execu o do estudo prosseguiu se com a busca de estudos que. tivessem utilizado Di rios Oficiais da Uni o como fonte de primeira escolha e automaticamente. se enquadrassem enquanto referencial metodol gico Essa busca no entanto n o resultou em. xito porque n o se encontrou qualquer estudo que se baseasse prioritariamente no uso de. di rios oficiais nem tampouco descrevessem o procedimento anal tico detalhado sobre o uso de. tais fontes, Percebeu se ent o que seria crucial o desenvolvimento de uma estrat gia de trabalho. com esse tipo de fonte fosse na coleta pr an lise an lise ou sistematiza o dos achados. oriundos de tais fontes Assim intenciona se nas linhas seguintes compartilhar a experi ncia que. os autores tiveram na concep o e execu o do m todo da referida pesquisa. Captura e certifica o, Foram utilizados exemplares dos Di rios Oficiais da Uni o DOU publicados entre 30 de.
julho de 1938 e sete de dezembro de 1945 que continham publica es atinentes ao primeiro. processo seletivo p blico nacional para a carreira de enfermeiro conduzido pelo DASP. A busca pelos exemplares dos Di rios Oficiais foi executada inicialmente por meio de. consulta online ao site Jurisprud ncia Brasil JusBrasil 10 que disp e de grande quantidade de. documentos jur dicos que v o desde di rios oficiais at decis es dos tribunais passando por atos. normativos e artigos informativos e doutrin rios A referida base de dados emprega tecnologia de. ponta premiada internacionalmente em 2007 pelo ReadWriteWeb como uma das dez melhores. alternativas de busca do Google confiando se na sua qualidade Utilizou se como recurso a. pesquisa aleat ria realizada com os seguintes termos Enfermagem Concurso P blico 1941 e. Hist enferm Rev eletronica Internet 2015 6 2 221 33. Uso do Di rio Oficial da Uni o na constru o de pesquisa sobre hist ria da enfermagem. A referida busca proporcionou de imediato uma pr sele o de exatamente 110 p ginas. de documentos dispostos em diferentes exemplares dos DOU publicados no intervalo temporal. pr definido Ap s a citada sele o as 110 p ginas de documentos foram submetidas a download. em formato Portable Document Format PDF que por sua vez foram arquivados em pastas. virtuais al m de cada p gina ter sido impressa Antes de iniciar a an lise propriamente dita tais. documentos foram comparados aos exemplares originais dos DOU que fazem parte da cole o do. Arquivo Nacional localizado na Cidade do Rio de Janeiro obtendo se desse modo a certifica o. de sua originalidade,Organiza o e an lise, Com as fontes documentais em m os se iniciou o processo de leitura das mesmas A leitura. foi direcionada inicialmente aos exemplares do DOU pois se partiu do pressuposto que seu. entendimento revelaria o desdobramento de conjecturas que por sua vez seriam. complementadas pelas demais fontes prim rias, Durante a primeira leitura dos 110 documentos dos DOU pr selecionados foi identificada. uma publica o de pouco menos de uma p gina denominada Relat rio Final do Concurso P blico. datada de 22 de julho de 1942 que embora sucinta foi potencialmente til e esclarecedora uma. vez que serviu como ponto de partida e fonte norteadora para a an lise dos referidos documentos. pr selecionados isto porque a referida publica o era um balan o geral feito pela Divis o de. Sele o do DASP ao fim do concurso em an lise que possibilitou obter informa es pr vias sobre. legisla es gerais e especiais que o regulamentaram sobre a data de inscri o em cada uma das. Hist enferm Rev eletronica Internet 2015 6 2 221 33 Portuguese Recebido em 21 07 2015 Aprovado em 23 11 2015 Resumo O presente texto discorre sobre a utiliza o do Di rio Oficial da Uni o como fonte documental principal de uma pesquisa de mestrado acerca do primeiro concurso p blico nacional para enfermeiros realizado pelo Departamento Administrativo do Servi o P blico

Related Books