hist ria da tomografia Kodak Leiria

Hist Ria Da Tomografia Kodak Leiria-Free PDF

  • Date:25 Sep 2020
  • Views:1
  • Downloads:0
  • Pages:6
  • Size:315.59 KB

Share Pdf : Hist Ria Da Tomografia Kodak Leiria

Download and Preview : Hist Ria Da Tomografia Kodak Leiria


Report CopyRight/DMCA Form For : Hist Ria Da Tomografia Kodak Leiria


Transcription:

Carvalho ACP Hist ria da tomografia computadorizada. autor com anos de estudo em reconstru es matem ti t vel sem artefatos A tomografia computadorizada. cas nas m os Ambrose neurorradiologista uniu se ao m dica come a a ser desenvolvida nos anos 60 de forma. grupo de trabalho questionando se o material serviria lenta por falta de apoio matem tico A mais prematura. para ver o interior craniano Hounsfield acreditava que demonstra o foi feita por um neurologista William. um feixe de raios X continha mais informa o do que Oldendorf 4 que em 1961 construiu manualmente um. aquela que era poss vel capturar com um filme e pen sistema de reconstru o de uma se o transversal de um. sou que um computador talvez pudesse ajudar a obter objeto constitu do de argolas de ferro e alum nio Em. essa informa o 1 bora inventivo o estudo experimental usou um m todo. Mas vamos tentar ordenar os fatos em ordem cro considerado tosco de uma retroproje o simples O. nol gica que em hist ria importante invento patenteado resultante era considerado impra. No in cio de s culo XX um matem tico austr aco tic vel porque necessitava extensa an lise Oldendorf. Johann Radon desenvolveu uma equa o matem tica trabalhou sem o apoio de matem ticos e sem conheci. a transformada de Radon que futuramente seria a mento dos trabalhos de Radon e Bracewell Em 1963. base matem tica da tomografia computadorizada H Kuhl e Edwards respectivamente m dico e engenheiro. quem refira que uma transformada de Lorenz e a criaram um m todo de imagem para mostrar a distri. famosa transformada de Fourier tamb m influencia bui o de radionucl deos Realizaram estudos cl nicos. ram e que estas equa es matem ticas derivam de es por anos mas a qualidade da imagem obtida n o era. tudos matem ticos de Galileu e com isto j estamos melhor que a dos equipamentos existentes porque a. retrocedendo ao s culo XVI para falar de tomografia base matem tica para um mapeamento acurado n o. computadorizada Voltando ao s culo XX Radon de tinha sido incorporada ao m todo e os sistemas de com. monstrou que um objeto tridimensional poderia ser putadores existentes eram incapazes de realizar rapida. reproduzido a partir de um conjunto de proje es Este mente os c lculos e a proje o. conceito foi o fundamento para a tomografia computa A contribui o matem tica fundamental para o. dorizada algumas d cadas depois problema da reconstru o foi feita em 1963 e 1964 por. Em um site da internet mais exatamente da Ame Allan Cormack 5 6 f sico e matem tico Ele estudava a. rican Mathematical Society h uma p gina que detalha distribui o dos coeficientes de atenua o do corpo para. essa e outras equa es para quem quiser se aprofun que o tratamento por radioterapia pudesse ser mais bem. dar mais na parte matem tica do assunto 2 Dela tirei direcionado para o tumor alvo E tamb m estava desen. algumas figuras interessantes que aparecer o aqui repro volvendo um algoritmo matem tico para a reconstru. duzidas com autoriza o da American Mathematical o tridimensional da distribui o da concentra o de. Society radionucl deos a partir dos dados coletados de um equi. Em 1956 o f sico e radioastr nomo Ronald Brace pamento de c mera p sitron desenvolvido em 1962. well usou a transformada de Fourier matem tico A quest o que Cormack respondeu foi Supondo. franc s que viveu entre 1768 e 1830 para obter uma que se conhe am todas as linhas integrais atrav s de um. solu o matem tica como base para reconstru o das re corpo de densidade variada podemos reconstruir esse. gi es de radia o de microondas do sol Barrett e cols 3 mesmo corpo A resposta foi positiva e ainda mais. encontraram artigos publicados em peri dicos russos construtiva a partir das informa es obtidas pelos raios. datados de 1957 e 1958 que mostravam que a equa X Em termos pr ticos sabe se que uma radiografia. o invertida de Radon foi descrita em termos integrais mostra informa es limitadas porque certas estruturas. como a solu o para o problema da tomografia formu s o obscurecidas por outras de densidade maior Pode. lado por eles Esse estudo russo tamb m apresentava um mos tirar mais informa o se pudermos ver dentro do. desenho de um modelo semelhante a um computador objeto que foi o que Radon nos disse pelo menos em. com televis o para mostrar os dados reconstru dos em princ pio tornando seu teorema em uma ferramenta. uma matriz 100 100 Mas Barrett e cols n o encon pr tica e n o apenas uma mat ria trivial Para a recons. traram evid ncias de que o modelo tenha sido de fato tru o a transformada de Radon invertida foi a base. constru do ou alguma imagem obtida Um dos autores matem tica. programou um computador com o algoritmo de recons Casselman 2 em seu artigo on line recente mostra. tru o exatamente como no modelo russo e mostrou figuras representando o uso das equa es matem ticas. que ele trabalhava satisfatoriamente por m como era de um disco de metal homog neo e de um modelo oval. computacionalmente insatisfat rio o m ximo que se com estruturas de densidades variadas criando a ima. conseguiu foi uma imagem 32 32 de qualidade acei gem a partir de reconstru es de 32 64 e 128 pixels. 62 Rev Imagem 2007 29 2 61 66, Hist ria da tomografia computadorizada Carvalho ACP. nesse momento que surge a figura de Hounsfield,Engenheiro experiente com radares particularmente. interessado em computadores e com total liberdade da. EMI para realizar suas pesquisas foi o criador do pri. meiro computador totalmente transistorizado da Ingla. terra E j tinha id ias de estudar o interior de objetos. tridimensionais a partir da reconstru o obtida pela. absor o heterog nea de radia o pelos diferentes com. ponentes Criou o prot tipo e inicialmente usou uma. fonte de amer cio 241 emissora de raios gama O tempo. de aquisi o da imagem foi de nove dias e o computa. dor levou 150 minutos para processar uma simples, Fig 1 Proje o de um disco de metal homog neo Reproduzida. com permiss o da American Mathematical Society,imagem A seguir Hounsfield adquiriu um tubo e um. gerador de raios X provavelmente porque os raios X. tinham suas propriedades bem conhecidas sendo uma, fonte confi vel de informa o Assim o tempo de aqui.
si o das imagens foi reduzido para nove horas A id ia. de se concentrar na cria o de um aparelho voltado para. o cr nio surge durante discuss es com radiologistas. experientes Dr James Ambrose do Atkinson Morley, Hospital Dr Louis Kreel do Northwick Park Hospital. Fig 2 Imagem obtida de um disco homog neo a partir das f rmu e Dr Frank Doyle do Hammersmith Hospital Um c. las matem ticas em que se baseia a tomografia computadorizada em. matrizes de 32 64 e 128 pixels Reproduzida com permiss o da Ame rebro fixado em formol e com algumas altera es foi. rican Mathematical Society conseguido e a imagem obtida mostrou a subst ncia. branca e cinzenta bem como as calcifica es,Ap s v rias imagens experimentais com pe as e. animais foi feita a primeira imagem diagn stica em. uma paciente selecionada pelo Dr Ambrose com sus,peita de tumor no lobo frontal esquerdo ainda n o. confirmado A imagem obtida mostrando a les o cau, sou euforia em Hounsfield e na equipe Estas s o suas. palavras mantidas no original When we took the pic. ture there was beautiful picture of a circular cyst right. in the middle of the frontal lobe and of course it excited. everyone in the hospital who knew about the project. Fig 3 Modelo assemelhado a um cr nio feito de material com den. sidades e dimens es diferentes Reproduzida com permiss o da. American Mathematical Society, Fig 4 Imagens do modelo da Fig 3 em proje es de 32 64 e 128.
pixels Reproduzida com permiss o da American Mathematical So Fig 5 Prot tipo de Hounsfield Figura obtida na Wikipedia sem. ciety restri o de uso,Rev Imagem 2007 29 2 61 66 63. Carvalho ACP Hist ria da tomografia computadorizada. tissues are obtained The increased sensitivity of comput. erized X Ray section scanning thus enables tissues of simi. lar density to be separated and a picture of the soft tissue. structure within the cranium to be built up, O primeiro tom grafo do Brasil foi instalado em S o. Paulo no Hospital da Real e Benem rita Sociedade,Portuguesa de Benefic ncia em 1977 Logo depois o. primeiro aparelho do Rio de Janeiro iniciou seu funcio. namento em 28 de julho de 1977 na Santa Casa de,Miseric rdia. A tecnologia n o parou de evoluir criando os apa, relhos chamados de segunda terceira e quarta gera es.
os modelos helicoidais cada vez mais r pidos com ima. gem mais refinada tempo de realiza o do exame mais. curto e custo de produ o menor reduzindo acentua,damente os pre os dos equipamentos e dos exames. Quando se comparam os n meros citados acima com,um tom grafo moderno que consegue adquirir todo o. Fig 6 Desenho esquem tico do prot tipo de Hounsfield pode ser volume do t rax abdome e pelve de um paciente em. visto na figura anterior situado na parede atr s dele Figura obtida poucos segundos podemos ver o quanto evoluiu a tec. na Wikipedia sem restri o de uso nologia Surgida num momento em que se pensava que. a tomografia computadorizada n o tinha mais para, Essas primeiras imagens foram mostradas no con onde evoluir a aquisi o volum trica foi patenteada em. gresso anual do British Institute of Radiology em 20 de 1976 e em junho de 1980 imagens tridimensionais com. abril de 1972 As rea es foram de empolga o Curio resolu o de 1 200 1 200 pixels s o obtidas e exibi. samente Hounsfield havia mostrado imagens seccionais das quase em tempo real 9. de pe as de cad veres e de animais no congresso euro Em sua homenagem as unidades de densidade. peu realizado em Amsterd no ano anterior sem des inicialmente denominadas n meros EMI foram reba. pertar nenhum interesse A comunidade m dica ali tizadas unidades Hounsfield eternizando sua import n. reunida n o percebeu nem teve no o da revolu o que cia para a medicina moderna. se aproximava Nesse mesmo ano de 1971 uma greve Hounsfield recebeu o pr mio Nobel de Medicina de. dos correios impediu a publica o do trabalho escrito 1979 juntamente com Cormack pela inven o da to. por Hounsfield Ao in cio da comercializa o do equi mografia computadorizada Recebeu dezenas de home. pamento o tempo de aquisi o de cada corte era de seis nagens em vida entre elas diversos t tulos de Doutor. minutos e o da reconstru o da imagem j era de dois Honoris Causa de importantes universidades e o t tulo. minutos porque um minicomputador mais eficiente de Sir por sua indica o a Cavaleiro do Imp rio Bri. havia sido adicionado ao sistema A grande repercuss o t nico Godfrey N Hounsfield faleceu no dia 12 de. mereceu destaque no jornal Times em 21 de abril de agosto de 2004. 1972 sendo mostrada uma foto do primeiro aparelho N o se pode encerrar este texto sem citar as pala. em uso vras de Allan M Cormack no banquete da entrega do. Em 1973 ap s 18 meses de uso do primeiro equi pr mio Nobel em 10 de dezembro de 1979. pamento constru do para uso cl nico Hounsfield 7 e. Ambrose 8 apresentaram os resultados e sua experi n Vossas Majestades Vossas Altezas Reais Senhoras. e Senhores, cia em artigos publicados Neste seu artigo de 1973 um. Godfrey Hounsfield pediu me para falar por ambos, cl ssico j reimpresso algumas vezes no qual apresen.
Desejamos muito respeitosamente solicitar a Vossa Ma. tou a t cnica Hounsfield escreve e novamente mante jestade que transmita Funda o Nobel e ao Conselho. nho o texto original It is possible that this technique may Nobel do Instituto Karolinska nossa intensa gratid o. open up a new chapter in X Ray diagnosis Previously pela honra que nos foi dada pelo recebimento do Pr. various tissues could only be distinguished from one an mio Nobel de Medicina e Fisiologia. other if they differed appreciably in density In this pro H ironia neste pr mio Uma vez que nem Houns. cedure absolute values of the absorption coefficient of the field nem eu somos m dicos De fato n o muito exa. 64 Rev Imagem 2007 29 2 61 66, Hist ria da tomografia computadorizada Carvalho ACP. gero dizer que o que Hounsfield e eu sabemos de Me Allan MacLeod Cormack F sico e matem tico fi. dicina e Fisiologia poderia ser escrito em uma pequena lho de imigrantes escoceses nasceu em Johannesburgo. folha de prescri o frica do Sul em 23 2 1924 e faleceu em Massachusetts. Enquanto h ironia na premia o h tamb m espe EUA em 7 5 1998 aos 74 anos de c ncer Inicialmente. ran a de que agora nestes dias de especializa o au matriculado numa escola de engenharia pois iria seguir. mentando h uma unidade na experi ncia humana, carreira semelhante ao pai e irm o mudou de id ia ao. uma unidade claramente conhecida por Alfred Nobel, ocorrer mudan a curricular e tomar contato com alguns. que um engenheiro e um f sico cada um de seu pr, professores de f sica Concluiu seu bacharelado em 1944. prio modo contribu ram um pouco para o avan o da, Medicina Reproduzido com permiss o da Nobel e o mestrado no ano seguinte Entre 1947 e 1949 esteve.
Foundation em Cambridge onde conheceu sua futura esposa Fez. parte de sua forma o em f sica e c clotron em Harvard. Uma minibiografia dos principais envolvidos na cria e depois mudou se para os EUA sendo contratado pela. o e desenvolvimento da tomografia computadorizada Universidade Tufts onde viveu o resto de sua vida com. merece fazer parte do encerramento deste trabalho algumas poucas exce es de viagens terra natal e al. Godfrey Newbold Hounsfield Engenheiro nas gumas visitas prolongadas a universidades com grandes. ceu em Nottinghamshire Inglaterra em 28 8 1919 e fa departamentos de f sica Dedicava grande parte do seu. Hist ria da tomografia computadorizada Carvalho ACP Rev Imagem 2007 29 2 61 66 63 nesse momento que surge a figura de Hounsfield Engenheiro experiente com radares particularmente interessado em computadores e com total liberdade da EMI para realizar suas pesquisas foi o criador do pri meiro computador totalmente transistorizado da Ingla terra E j tinha id ias de estudar o

Related Books